Realidade Virtual e outras Tendências Aplicadas em Educação Digital

banner_site

A Ciatech esteve presente no maior congresso de treinamento e desenvolvimento da América Latina, o CBTD 2016. O evento, que está em sua 31ª edição, foi realizado em Santos, SP, entre os dias 23 e 25 de novembro.

Com a palestra “Realidade Virtual e outras Tendências Aplicadas em Educação Digital”, Rodrigo de Godoy, Head de Treinamento Corporativo da Ciatech, falou a diversos profissionais do setor sobre o tema.

Godoy iniciou traçando um panorama das tecnologias criadas ao longo da história, de acordo com o teórico Pierre Lévy, para que o homem pudesse expressar sua inteligência: a Oralidade, a Escrita e a Informática, com a mais recente abrangendo a revolução ocasionada pelas redes digitais. Toda essa evolução das tecnologias – e da nossa interação a partir delas – culminou no atual perfil do aluno digital.

 “O aluno digital apresenta um mindset digital. Ele é conectado, tem fácil acesso à informação, participa de ambientes colaborativos online e quer ter contato com conteúdos curtos, objetivos e focados”, explicou Godoy.

E a Realidade Virtual vem ao encontro das necessidades demandadas por esse perfil. “Somos seres visuais: 70% dos receptores dos nossos sentidos encontram-se nos olhos. E se um volume tão alto de informações chega até mim visualmente, isso significa que ele terá um impacto muito maior na forma como me relaciono e absorvo as informações ao meu redor quando priorizo esse sentido. Por isso, quando falamos em Realidade Virtual, estamos falando em uma alta efetividade nos processos de aprendizagem, afirmou Godoy.

A proposta da Realidade Virtual na educação é fazer com que o participante se sinta parte do universo criado e possa
interagir com ele.

“A aplicação de Realidade Virtual na educação tem o viés de uma aprendizagem mais dinâmica e interessante, além da questão de custo e escalabilidade que essa imersão viabiliza sem prejuízo à experiência do aluno”.

Além da experiência imersiva em Realidade Virtual, Godoy apresentou outras quatro tendências em Educação Digital. Confira alguns highlights:

Aprendizagem autodirigida: respeitar o protagonismo é ofertar formatos e metodologias convenientes a forma de aprender de cada pessoa.”

Microlearning: não é dividir o conteúdo em pequenas partes. Mais que isso, ele deve ser rápido, efetivo, imediato e com uma abordagem multimídia.”

Mobile learning: aprendizagem “on the go”, é uma efetiva alavanca para o engajamento.”

Aprendizagem social: a co-construção faz parte do mindset digital”.

 

Confira abaixo fotos da palestra:

CBTD 2016 Realidade Virtual CBTD 2016 Realidade Virtual CBTD 2016 Realidade Virtual CBTD 2016 Realidade Virtual

 

Caso queira saber mais sobre Realidade Virtual e outras tendências aplicadas à realidade da sua organização, fale conosco:

contato@ciatech.com.br

Artigos Relacionados

CONARH 2017 e O Poder da Influência

5 Drivers que já estão mudando o mercado como você o conhece

O que é mais utilizado em termos de design para Educação Corporativa Digital?

Qual o papel do designer na construção de uma experiência de aprendizagem?

6 aspectos que o RH deve avaliar antes de contratar uma solução tecnológica para Educação

SXSWedu 2017: Hacks de aprendizagem, uma educação superior digital e boas práticas na produção de vídeos educacionais

Tendências Digitais para considerar em seus projetos de Educação Corporativa Digital para 2017

Realidade Virtual: a experiência imersiva a partir do vídeo 360°

Como empresas aproveitam a tecnologia para redefinir a relação das pessoas com seu desenvolvimento.

A pergunta deixou de ser “preciso ter um projeto de e-learning” para “como fazer um projeto de e-learning”.

A interpretação correta de dados e informações é fundamental ao planejar o futuro e elaborar hipóteses de cenários.

Todos são líderes dentro de sua realidade. A liderança é uma condição que está em cada um de nós.

O que falta para aquelas pessoas esforçadas que colecionam trapalhadas e negociações frustradas?

Ver mais