Qual o impacto das tecnologias inteligentes (AI) no futuro dos negócios?

Qual o impacto das tecnologias inteligentes (AI) no futuro dos negócios?

Marisa Nannini

Tecnologias Inteligentes(AI) – Por que você deve estar preparado.

É inegável reconhecer as vantagens das transformações trazidas pelas tecnologias inteligentes (AI). Os impactos do universo digital serão cada vez mais visíveis em negócios para responder as atuais disrupturas.

Ajay Agrawal, expert em Inteligência Artificial (AI) e co-fundador da Next-AI, reconhece que para a maioria das pessoas não é fácil imaginar que capacidades cognitivas tradicionalmente inerentes a seres humanos (julgar, analisar, tomar decisões) sejam dominadas por máquinas inteligentes. De todo modo, graças aos recentes avanços do “mercado inteligente”, esse já desponta no horizonte, com grandes benefícios.

Segundo Agrawal, as ações humanas podem ser delineadas por cinco componentes essenciais: dados, previsão, julgamento, ação e resultados. Os dois primeiros (dados e previsão) já começaram a ser realizados por tecnologias inteligentes — o Big data, que movimenta US$ 24 bilhões atualmente, é cada vez mais utilizado para realização de previsões de negócios através dispositivos inteligentes (máquinas que aprendem).

Outra vantagem da crescente aplicação do AI (tecnologias inteligentes) nos modelos de negócios, apontada pelo especialista, é a impressionante redução dos esforços e custos nas elaboração de previsões. No entanto, isso significa que cada vez mais capacidades como julgar e analisar ganharão primazia. “Com o processo de fazer previsões tornando-se cada vez mais inteligente, o diagnóstico será mais frequente e conveniente, portanto será possível detectar muito mais condições iniciais solucionáveis, aumentando a demanda pela análise feita pelas pessoas”, explica Agrawal.

Em suma habilidades cognitivas relacionadas ao julgamento vão passar a ser mais valorizadas. Como aconselha, Richard Suton, especialista em ciência cognitiva e AI, para enfrentar esta nova era das tecnologias inteligente os profissionais deverão:

1. Abandonar suas presunções e paradigmas.
2. Incluir AIs em seu círculo de empatia.

Segundo Ajay Agrawal, quando o mundo de repente se confrontar com um mercado inteligente em plena atividade, será melhor estar bem preparado e garantir que as pessoas da organização sejam relevantes e adaptáveis, e a liderança precisa atuar proativamente no desenho de um novo modelo de força de trabalho para enfrentar esse desafio.

 

Artigos Relacionados

O que é mais utilizado em termos de design para Educação Corporativa Digital?

Qual o papel do designer na construção de uma experiência de aprendizagem?

6 aspectos que o RH deve avaliar antes de contratar uma solução tecnológica para Educação

Ver mais