Tendências Digitais para considerar em seus projetos de Educação Corporativa Digital para 2017

Tendências Digitais para considerar em seus projetos de Educação Corporativa Digital para 2017

Por Marisa Nannini | Diretora Mercado Corporativo

O que mais vai moldar a estratégia das empresas de todos os setores neste novo ano são os avanços tecnológicos. E com a Educação Corporativa Digital não será diferente. Cada nova tecnologia amplifica seu efeito e provoca impacto sobre as outras, causando transformações em todos os setores.

Confira a seguir as 10 principais tendências digitais que devem ser consideradas em Educação Corporativa Digital para 2017:

 

Experiência imersiva

Diante da maior competitividade, as empresas buscam novas formas de engajar seu público-alvo. O vídeo 360 já vem sendo amplamente utilizado em campanhas de marketing, por exemplo. O imersivo convida a pessoa para outro mundo, com uma riqueza sensorial que mergulha toda sua atenção. Mas para ser verdadeiramente imersiva, a experiência deve estimular os sentidos de forma convincente. Como recomenda Matt Forbeck, game designer e autor: “Preste atenção aos detalhes. As pequenas coisas transformadoras são o que dão vida a um cenário imersivo. Se soarem falsas, elas vão provocar um choque na pessoa levando-a de volta ao mundo real”.

 

Personalização intensificada

Cada vez mais as pessoas desejam interagir com negócios em que seu nome, suas necessidades e seus gostos são conhecidos imediatamente. Para conseguir isso online, as empresas vão precisar intensificar a personalização, direcionando o conteúdo e as necessidades relevantes de cada um de acordo com seu perfil único. Mas essas expectativas só poderão ser atendidas a partir de uma coleta refinada e utilização inteligente dos dados obtidos na interação com o indivíduo.

 

Big data

O big data vai se tornar cada vez mais útil e utilizado, com a chegada de ferramentas de visualização de dados mais sofisticadas.

 

Continuam importantes e merecem ser destacadas:

Tecnologia móvel (mobile)

O número de usuários acessando a web por meios móveis continua crescendo, o que mantém sua importância.

 

Vídeo

A demanda por conteúdo digital que as pessoas realmente gostam e compartilham vai aumentar ainda mais a produção de vídeos finalizados e ao vivo, especialmente pelo maior tempo de uso e ativação de telas à medida que a capacidade dos telefones expande e a velocidade da conexão melhora. Twitter, Instagram e Facebook, por exemplo, estão investindo pesadamente para oferecer vídeos de melhor qualidade.

 

Realidade Aumentada/ Realidade Virtual (AR & VR)

Tecnologias que vão ser cada vez mais incorporadas em setores específicos. AR é o acréscimo de informações ou imagens para o mundo físico através de interface gráfica e/ou sobreposição de áudio que melhora a experiência do usuário para uma tarefa ou produto. Esse “aumento” do mundo real é obtido por meio de dispositivos suplementares que processam e exibem tal informação. Já a VR recria a realidade de um ambiente completo com simulações tridimensionais dentro de uma experiência confinada.

 

Ainda em evolução, mas não adotadas na prática tão rápido como se espera:

IoT

Interconexão de dispositivos físicos (smartphones, veículos, prédios e outros itens) incorporados com eletrônica, software, sensores e redes que permite a esses objetos conectados e inteligentes coletar e trocar dados, ou seja, se comunicar entre si.

 

Wearables

Tecnologia vestível: óculos, relógios, tênis, etc.

 

Biochip

Microchip que funciona em um ambiente biológico, especialmente dentro do corpo humano. Pode ser implantado sob a pele e ter diversas funções: monitorar saúde, abrir portas, fazer pagamentos, etc.

 

Chatbots

Chat automatizado inteligente que sabe como falar com pessoas e responder perguntas. Aplicado para resolver questões para o usuário, sua rede neural torna-se mais inteligente a cada interação.

 

*Marisa Nannini é diretora da unidade de negócio para o mercado corporativo do UOL Educação/CiaTech. Possui mais de 25 anos de experiência executiva no desenvolvimento e expansão de Unidades de Negócio, posicionamento de marca e produtos e estratégia do capital humano. Sua atuação em grandes empresas multinacionais, nacionais e consultorias é voltada a planejamento estratégico, tecnologia, sucessão e desenvolvimento organizacional.

 

Faça o download deste artigo em formato PDF:

 

Fontes/Referências:
Tech breakthroughs megatrend – PWC
Looking Ahead: We Predict 11 Digital Marketing Trends for 2017 – Brandwatch
5 tech trends that will change the world in 2017 – Digital Trends

Artigos Relacionados

SXSWedu 2017: Hacks de aprendizagem, uma educação superior digital e boas práticas na produção de vídeos educacionais

Tendências Digitais para considerar em seus projetos de Educação Corporativa Digital para 2017

Realidade Virtual: a experiência imersiva a partir do vídeo 360°

Como empresas aproveitam a tecnologia para redefinir a relação das pessoas com seu desenvolvimento.

A pergunta deixou de ser “preciso ter um projeto de e-learning” para “como fazer um projeto de e-learning”.

A interpretação correta de dados e informações é fundamental ao planejar o futuro e elaborar hipóteses de cenários.

Todos são líderes dentro de sua realidade. A liderança é uma condição que está em cada um de nós.

O que falta para aquelas pessoas esforçadas que colecionam trapalhadas e negociações frustradas?

Qual a diferença que você tem que os outros não tem? Quais adjetivos estão espalhando por aí sobre você?

Transformar ideias embrionárias em “grandes ideias” e fazê-las ser adotadas.

Prêmios colocam UniBB na vanguarda da Educação Corporativa

Metas em qualquer organização são um horizonte que funciona para sinalizar quais são as possibilidades de progressão.

A gestão da carreira é uma decisão individual, e de fato, depende da nossa ação o rumo que daremos na vida profissional.

Por que a Educação a Distância é vista, por parte dos professores que atuam na sala de aula, como uma aprendizagem que não funciona?

Ver mais