Transformar ideias embrionárias em “grandes ideias” e fazê-las ser adotadas.

Por Ciatech

Qualquer ideia, projeto ou invenção só é realmente adotada quando soa natural, nos deixa à vontade e se torna parte da maneira como vemos o mundo, mas existe um grande número de pessoas frustradas por não conseguirem que suas ideias saiam do papel e, de fato, fazer ideias serem adotadas é uma arte complexa e fascinante.

A grande questão é transformar ideias embrionárias em “grandes ideias” e fazê-las ser adotadas. Algumas vezes, essas serão suas próprias ideias. Em outras situações, é possível que você queira que um grupo de pessoas admita ter um problema e comece a procurar formas de resolvê-lo. Em vez de tentar empurrar sua ideia como solução, em muitos casos uma abordagem mais elaborada é a melhor maneira de desencadear a mudança que você deseja.

Embora as ideias possam ter início com o insight criativo de um único indivíduo, elas não serão adotadas a menos que, ao final do processo, se relacionem com as necessidades e normas de um grupo social mais amplo. Isso significa que você terá que levar em consideração fatores “internos”(se vale a pena prestar atenção em você e em suas ideias, por exemplo) e “externos” (como e porque as pessoas estão oferecendo resistência).

Durante este percurso, não se preocupe em dar conta de todas as questões e técnicas possíveis. Concentre seus esforços em criar melhores oportunidades para suas ideias, reduzir a resistência, principalmente, encontrar apoio.

Encarar a realidade de frente e descobrir quais são as restrições (técnicas e financeiras) relacionadas às nossas ideias aumentam as chances delas serem úteis e viáveis, pois restrições também ajudam a estimular nossa criatividade, mas quando se tratam de objeções, em vez de nos perdermos tentando refutar cada uma delas, podemos reconhecer que essas desculpas para a “não adoção” de uma ideia são simplesmente um sintoma de que algumas pessoas ou grupos estãoresistentes à inovação.

Neste ponto, aproveite a oportunidade para gerar estímulo e propensão à mudança. Você será capaz até de empregar a criatividade do outro para ajudar a tornar sua ideia uma realidade.

Artigos Relacionados

CONARH 2017 e O Poder da Influência

5 Drivers que já estão mudando o mercado como você o conhece

SXSWedu 2017: Hacks de aprendizagem, uma educação superior digital e boas práticas na produção de vídeos educacionais

Tendências Digitais para considerar em seus projetos de Educação Corporativa Digital para 2017

Realidade Virtual: a experiência imersiva a partir do vídeo 360°

Como empresas aproveitam a tecnologia para redefinir a relação das pessoas com seu desenvolvimento.

A pergunta deixou de ser “preciso ter um projeto de e-learning” para “como fazer um projeto de e-learning”.

A interpretação correta de dados e informações é fundamental ao planejar o futuro e elaborar hipóteses de cenários.

Todos são líderes dentro de sua realidade. A liderança é uma condição que está em cada um de nós.

O que falta para aquelas pessoas esforçadas que colecionam trapalhadas e negociações frustradas?

Qual a diferença que você tem que os outros não tem? Quais adjetivos estão espalhando por aí sobre você?

Transformar ideias embrionárias em “grandes ideias” e fazê-las ser adotadas.

Prêmios colocam UniBB na vanguarda da Educação Corporativa

Metas em qualquer organização são um horizonte que funciona para sinalizar quais são as possibilidades de progressão.

A gestão da carreira é uma decisão individual, e de fato, depende da nossa ação o rumo que daremos na vida profissional.

Por que a Educação a Distância é vista, por parte dos professores que atuam na sala de aula, como uma aprendizagem que não funciona?

Ver mais